Praia da Pipa - Brasil

Contexto
A praia de Pipa pertence ao município de Tibau do Sul, localizado no maior santuário ecológico do Rio Grande do Norte, a 85 km de Natal. Todo seu glamour é coisa recente. Ela foi “descoberta” por surfistas hippongos nos idos da década de 70, seguidos dos estrangeiros (europeus e latino-americanos), que se apaixonaram pelo lugar. Pouco a pouco, a bucólica aldeia de pescadores virou um dos points mais badalados do nordeste brasileiro.
Passeios podem ser feitos a pé, de buggy, a cavalo ou de barco em praias como a do Amor, do Madeiro, Cacimbinha ou dos Golfinhos. Quem quiser descansar do sol pode se acomodar em barraquinhas com esteiras e espreguiçadeira, que servem petiscos variados e bebidas. Para aventureiros há trekking no Santuário Ecológico – dezesseis trilhas que costuram a mata atlântica, acompanhadas de boas paisagens da costa.
À noite, o negócio é zanzar pela maior Rua da Pipa, a Avenida Baía dos Golfinhos (vale dizer que o título de “avenida” é um exagero), onde barzinhos e boates se animam ao som de forró e reggae. Durante o dia, a rua abriga lojinhas com artesanato, bijuterias rústicas e camisetas.
De outubro a junho, tartarugas aparecem para desova nas areias da Pipa, devidamente protegidas pelo projeto Tamar. Outro destaque são os golfinhos. Vários passeios de barco levam visitantes para perto dos mamíferos, na Enseada dos Golfinhos, que por lá ficam quase o ano inteiro.