Turismo, sim. Exploração sexual, não - Pernambuco Turismo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 maio 2011

Turismo, sim. Exploração sexual, não


Representantes do MTur e estudantes conscientizaram pedestres e motoristas que trafegavam pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, sobre a importância de se proteger crianças e adolescentes

20/05/2011
Brasília, DF – “Turismo, sim. Exploração sexual, não. O Ministério do Turismo está comprometido com a garantia dos direitos das crianças e jovens e convida toda a cadeia turística a fazer o mesmo.” Essa foi a mensagem que a secretária Nacional de Políticas de Turismo, Bel Mesquita, deixou na quarta-feira (19), durante o encerramento da mobilização pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual.
Os motoristas que passaram pela Esplanada dos Ministérios, no final da tarde, foram surpreendidos por uma revoada de balões e mensagens de incentivo às denúncias contra a exploração e o abuso sexual de crianças e adolescentes, pelo Disque 100. Além disso, mais de mil crianças de todo o DF estiveram em frente à Catedral para pedir pela proteção dos jovens de todo o país.
Durante a tarde, representantes do MTur e cerca de 80 alunos de cursos de Turismo da Universidade de Brasília (UnB) e da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas (Facitec) entregaram panfletos e adesivos de sensibilização aos motoristas e pedestres, que passaram pela Esplanada dos Ministérios, pedindo o fim da exploração. No total, cerca de 4 mil pessoas receberam o material.
As estudantes Vanessa dos Santos e Nathália Corrêa, de 17 e 18 anos, alunas do primeiro semestre de Turismo da UnB, eram voluntárias e participaram da mobilização. “Tem muita gente viajando pelo Brasil inteiro e não sabe que a exploração é crime. Por isso, precisamos divulgar o Disque 100. É muito importante que ninguém aceite esse crime”, afirmou Nathália.
Turismo e InfânciaO Ministério do Turismo tem um programa permanente de enfrentamento à exploração, o TSI – Turismo Sustentável e Infância. O objetivo é sensibilizar os profissionais que integram a cadeia produtiva e a denunciarem os casos e ajudarem a coibir essa prática criminosa nos equipamentos turísticos.
Por meio das ações do TSI, mais de 100 mil trabalhadores do setor turístico já foram sensibilizados. Além disso, o programa oferece, desde 2008, cursos de capacitação profissional para jovens em situação de vulnerabilidade social. No total, cerca de 2 mil já foram beneficiados. 
Outra iniciativa do programa é o Projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo, que tem foco na Copa de 2014. Em 2010, o projeto já formou mais de 390 multiplicadores, nas 12 cidades-sede.


ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário